Obrigatoriedade do Bloco X em Santa Catarina

Obrigatoriedade do Bloco X em Santa Catarina

Obrigatoriedade do bloco x, você sabe o que representa isso? Vamos destrinchar de maneira simples:

Todos os meses seu contador junta as reduções Z (emitidas sempre no final do dia), da sua ECF (Impressora de cupom fiscal) e gera o Sintegra/Sped fiscal e então envia para o Sefaz (secretaria da Fazenda).

Bloco X, é nada mais nada menos que uma automação desse processo.

Cada vez que a redução Z é gerada, é gravado um arquivo em .txt (texto), na pasta raiz do sistema, (com todas as vendas efetivadas no dia) e com isso o mesmo é enviado no mesmo dia o para a (pagina) web servisse da Sefaz.

Existe um calendário para isso veja abaixo:

I – a partir de 8 de janeiro de 2018, os estabelecimentos enquadrados nos Códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) 4731800 – Comércio varejista de combustíveis para veículos automotores;

II – a partir de 1º de março de 2018, os estabelecimentos enquadrados nos códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) 4713001

Lojas de Departamentos ou Magazines;

Lembrando que temos 180 dias para implementar essas atualizações que serão totalmente gratuitas, para nossos clientes que nos pagam contrato mensal de locação e ou suporte técnico.

III – a partir de 1º de junho de 2018, os estabelecimentos enquadrados nos seguintes códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE):

a) 4711301 – Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios hipermercados;
b) 4711302 – Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios supermercados;

IV – a partir de 1º de setembro de 2018, os estabelecimentos enquadrados nos seguintes códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE):

a) 5611201 – Restaurantes e similares;
b) 5611202 – Bares e outros estabelecimentos especializados em servir bebidas;
c) 5611203 – Lanchonetes, casas de chá, de sucos e similares;

V – a partir de 1º de dezembro de 2018, os demais estabelecimentos enquadrados nos códigos da Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE) de Comércio Varejista.

 

Créditos: Thiago Henrique Borges Alves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *